Translate

terça-feira, 22 de novembro de 2011

CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO

SEGUE ABAIXO MEU ARTIGO PUBLICADO NO JORNAL DIÁRIO DO NORDESTE NO DIA 11/11/11 NA COLUNA OPINIÃO.

No próximo dia 13 de novembro, acontecerá no município de Senador Pompeu, localizado a 280 km da capital, a 29ª Caminhada da Seca, ideia do vigário Albino Donatti ainda no ano de 1982. O intuito da caminhada é lembrar as pessoas que morreram na seca do ano de 1932, acontecimento histórico pouco lembrando nos livros de história, mas vivo na cultura popular do povo cearense. Quando escutamos o assunto “campos de concentração” remontamos ao período da 2ª Guerra Mundial e imaginamos o holocausto idealizado por Hitler e seu partido Nazista. Não imaginamos que este fato ocorreu no Brasil, mais especificamente no nordeste e que ocorreu principalmente antes da criação dos campos nazistas. No ano de 1932, depois de minguadas chuvas no ano anterior, o retirante não tem alternativa senão migrar para a capital. Nesse período, Getúlio Vargas comandava nosso país. Após a revolução de 1930, e promovendo mudanças nas oligarquias regionais, Vargas nomeou como interventor do Ceará o capitão Carneiro de Mendonça. Relatórios provinciais da época informam que a situação estava controlada e a aplicação de vacinas foi executada com êxito. No entanto, a situação visualizada e vivida pelo nordestino não condizia com a realidade. Isso pode ser observado no seguinte aspecto: registros mostram que durante as secas 1877-78, 1888, 1915 e 1932 foram inauguradas 84 ruas, sendo o maior número no ano de 1932. Demonstra-se desta maneira como eram usadas as verbas e a utilidade do flagelado como mão de obra. Confirmando a frase do escritor Euclides da Cunha: “o sertanejo é antes de tudo, um forte”, Após as primeiras chuvas no ano de 1933, os administradores dos campos começaram a libertar os flagelados, mas a tragédia ficou marcada com um número próximo de noventa mil mortos. Hoje, vemos que esse “costume” de desviar o dinheiro público é uma herança do passado. O que deveria servir de exemplo para evitar novos acontecimentos nocivos é usado como aula para novos projetos. Enquanto a seca existia para alguns, para outros não passou de um bom inverno

domingo, 6 de novembro de 2011

VENCIMENTOS DOS PARLAMENTARES CEARENSES

Você sabe quanto é o salário de um vereador de Fortaleza? Você sabe o que é VDP? Informações desse tipo  nunca o cidadão vai ter acesso, por parte dos parlamentares. é necessário omitir os fatos para não causar pânico e raiva por parte de seus eleitores. Depois de muita insistência em consultar o site da CMF (câmara municipal de Fortaleza), ligar para a Ouvidoria, além de enviar emails, nunca respondidos. Conseguir como muita sorte através do Twitter, ter acesso as informações sobre os vencimentos dos vereadores de Fortaleza. Abaixo podemos visualizar os valores. Estou listando também os vencimentos dos deputados estaduais:

VEREADORES DE FORTALEZA
  • VENCIMENTO OU SALÁRIO: R$ 10.000,00
  • VDP: R$ 14.000,00
  • VERBA DE GABINETE: R$ 22.000,00
  • TOTAL: R$ 46.000,00 POR MÊS!!!
DEPUTADOS ESTADUAIS DO CEARÁ
  • VENCIMENTO OU SALÁRIO: R$ 20.042,35
  • VDP: R$ 22.000,00
  • VERBA DE GABINETE: NÃO INFORMADO
  • TOTAL: 42.042,00 POR MÊS!!!
ENQUANTO ISSO:
  • SALÁRIO MÍNIMO: R$ 545,00 
  • SALÁRIO DO PROFESSOR: 1.187,00
Esclarecendo o que significa VDP. É a Verba de Desempenho Parlamentar, conforme o site da AL do Ceará explica:
Verba mensal destinada às despesas de custeio dos gabinetes dos Deputados Estaduais, para viabilizar o exercício do mandato parlamentar, disciplinada na Resolução nº. 287, de 25 de junho de 1992, com as alterações da Resolução nº. 319, de 03 de setembro de 1993, na Resolução nº. 435, de 29 de fevereiro de 2000, no Ato Normativo nº. 211, de 25 de abril de 2001, no Ato Normativo nº. 220, de 14 de março de 2003, no Ato Normativo nº. 225, de 11 de junho de 2003 e Ato Normativo nº. 231, de 01 de janeiro de 2005. Está limitada, por gabinete, ao valor correspondente a 75% das despesas da mesma natureza e finalidade estabelecidas pela Mesa da Câmara dos Deputados.

O saldo da Verba de Desempenho Parlamentar – VDP não utilizado no mês poderá ser transferido para o mês seguinte, dentro do respectivo exercício, conforme prevê a Resolução nº. 287, de 25 de junho de 1992.
Os serviços autorizados pelo Ato 225/03 são os seguintes: 
ATO NORMATIVO* ITEM DE DESPESA
TRANSPORTELocação de veículo de passeioLocação de veículos
Locação de veículos tipo Van ou ÔnibusLocação de veículos para transporte de pessoas - tipo coletivo
Locação de aeronaves de pequeno porteLocação de aeronaves
Aquisição de passagens aéreas e terrestresPassagens Aéreas Passagens Terrestres
Utilização de ticket combustívelTicket combustível
PUBLICAÇÃOPublicação de matérias em jornais, revistas e periódicosComunicação e divulgação
Serviços Gráficos tais como impressão de jornais, revistas e periódicos, impressão de folders e demais serviços gráficosImpressão e encadernação.
Xerox e cópias heliográficas
COMUNICAÇÃOCorrespondências postais (correios/serviços de entrega)Portes e Telegramas
TelegramasPortes e Telegramas
Linhas Telefônicas Móveis e FixasTelefone, telex e celular
Internet (provedores de acesso, hospedagem de páginas eletrônicas)Provedor de acesso, hospedagem e manutenção de página eletrônica
Desenvolvimento de WebsitesServiços técnicos profissionais
Serviços de RadiodifusãoComunicação e divulgação
OUTROS SERVIÇOSSeguro de vida pessoalSeguros em geral
Planos de saúdeOutros serviços de terceiros
Ticket alimentaçãoVale refeição e alimentação
HotéisRecepções e hospedagem
Assinatura de revistas, jornais, periódicosAssinaturas de jornais e revistas
TV por assinaturaProcessamento de imagens
Trabalhos técnicos de:
- consultorias e assessorias nas áreas jurídica, orçamentária e financeira, tecnologia da informação e planejamento
- pesquisas
Serviços técnicos profissionais
Será realmente justo parlamentares ganharem tanto dinheiro. Será que a atividade parlamentar exige tanto gasto? Imagino se todo esse dinheiro fosse aplicado em serviços úteis ao povo como: Saúde, Educação e políticas públicas para o desenvolvimento dos jovens. Pense, reflita e questione.