Translate

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

TEREMOS UM FINAL FELIZ??

QUANDO ANALISAMOS QUASE CINQUENTA DIAS DE GREVE, PENSAMOS, SERÁ QUE CONSEGUIMOS ALGUMA VITÓRIA? VALEU TODO O ESFORÇO (PARA ALGUNS) DE IR AS RUAS, À ASSEMBLEIA, TENTAR CHEGAR AO PALÁCIO DA ABOLIÇÃO, QUE AGORA NÃO PASSA DE UM REDUTO DO SENHOR FEUDAL GOVERNADOR. PARTICIPAR DE ASSEMBLEIAS, ONDE O SINDICATO QUERIA MAIS DO QUE TUDO, ACABAR COM A GREVE. VALEU MESMO TUDO ISSO? IMAGINO QUE SIM, POIS UMA BATALHA É FEITA DE ALTOS E BAIXOS. INFELIZMENTE A MÁQUINA "ESTADO" TEM UM PODER INCOMENSURÁVEL, E ACIMA DE QUALQUER ORDEM OU LEI, NO NOSSO CASO. MAS VEJO UMA CLASSE, EM PARTE MAIS UNIDA E CONSCIENTE SOBRE O PAPEL DO PROFESSOR E O DE CIDADÃO. TENHO CERTEZA, EM BREVE NOVAS MANIFESTAÇÕES ACONTECERAM AS MESMAS PESSOAS NOVAMENTE IRÃO AS RUAS PARA FAZER VALER O SEU DIREITO. A LUTA NÃO ACABOU, APENAS RECUAMOS PARA VOLTAR COM FORÇA TOTAL.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

A (IN)COMPETÊNCIA DOS POLÍTICOS


OUTRO DIA APÓS PROCURAR NA INTERNET ALGUMA INFORMAÇÃO SOBRE OS SALÁRIOS DOS POLÍTICOS DO BRASIL, PERCEBI COMO ESSA INFOMAÇÃO ENCONTRA-SE DIVERGENTE EM DIVERSOS SITES. ENTÃO PERCEBI QUE PODERIA ENVIAR UM EMAIL, PARA A ASSEMBLEIA DO MEU ESTADO (CEARÁ) PARA SER INFORMADO SOBRE ISSO. DEPOIS DE QUASE TRINTAS DIAS RECEBI A SEGUINTE RESPOSTA.

Prezado Senhor Luiz Mourão,

Agradecemos pelo contato com a Ouvidoria Parlamentar.

Em relação a sua demanda enviada a esta Ouvidoria, temos as seguintes informações a prestar:

1. Vencimento do Governador do Estado: R$ 13.184,91;

2. Vencimento do Vice-governador do Estado: R$ 8.789,94;

3. Vencimento dos Secretários de Estado: R$ 13.189,91;

4. Subsídio dos Deputados Estaduais: R$ 20.042,35;

5. VDP: R$ 22.000,00.

Atenciosamente,

Ronaldo Martins
Deputado Estadual - PRB
Ouvidor Parlamentar

INFELIZMENTE NÃO OBTIVE RESPOSTA POR PARTE DA CÂMARA MUNICIPAL, SOBRE OS SALÁRIOS DOS VEREADORES, PREFEITO E VICE-PREFEITO. DEVO COMPLEMENTAR A INFORMAÇÃO SOBRE O SALÁRIO DOS SECRETÁRIOS DE ESTADO, NO SEGUINTE ASPECTO. QUANDO O SECRETÁRIO ESCOLHIDO OCUPA UMA VAGA NA ASSEMBLEIA COMO DEPUTADO, ELE PODE OPTAR EM RECEBER SEU SALÁRIO COMO DEPUTADO (20.042,35) OU COMO SECRETÁRIO (13.189,91), QUAL VOCÊ ACHA QUE ELE ESCOLHE? ENQUANTO ISSO O SALÁRIO DE UM PROFESSOR DO ESTADO NÃO PASSA DE 1.372,60 PARA UMA CARGA HORÁRIA DE 40 HORAS SEMANAIS. ISSO SEM TER 55 DIAS DE FÉRIAS ANUAIS, 14º E 15º SALÁRIO E SEM UM PLANO DE SAÚDE VITALÍCIO QUE UM SENADOR DA REPÚBLICA TEM. COM UM SALÁRIO DE DEPUTADO ESTADUAL PODERÍAMOS PAGAR QUASE QUINZE PROFESSORES, ACHO QUE ISSO SERIA REALMENTE UM INVESTIMENTO A SER FEITO PELO ESTADO. SABEMOS QUE A EDUCAÇÃO PODE MUDAR A VIDA DE UMA PESSOA, POIS UMA PESSOA COM CONHECIMENTO TEM MAIS POSSIBILIDADES DE INTERPRETAÇÃO E CONSCIÊNCIA. ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO PODERIAM LER E ENTENDER COMO ACONTECE NOSSA POLÍTICA. INTERESSANTE QUE AS PROMESSAS RODEIAM TRÊS PONTOS ONDE MENOS É INVESTIDO, A EDUCAÇÃO, SAÚDE E SEGURANÇA. PRECISAMOS ATENTAR QUE DEVE SER INVESTIDO PRIMEIRAMENTE NA EDUCAÇÃO, POIS UM POVO QUE RECEBE EDUCAÇÃO DE QUALIDADE TEM ACESSO A INFORMAÇÕES E PODE EVITAR CERTOS “HÁBITOS” QUE PREJUDICAM SUA SAÚDE, DIMINUINDO A LOTAÇÃO NOS HOSPITAIS. UM POVO COM EDUCAÇÃO DE QUALIDADE TEM ACESSO AO MERCADO DE TRABALHO EVITANDO ASSIM A OCIOSIDADE E DIMINUINDO OS ÍNDICES DE VIOLÊNCIA. PARA CONCLUIR VEJA COMO É TRATADO O PROFESSOR NO MUNDO, DADOS DA OECD NO ANO DE 2007.

“Nos países desenvolvidos, segundo a Organização para Cooperação e Desenvolvimento (OECD 2007), a valorização da Educação e do professor é significativamente superior a de muitos países desenvolvidos, em Portugal o salário de um professor em inicio de carreira é de 21 304 dólares por ano, o que equivale a 35.620,29 reais, sendo 2.968 reais por mês, aproximadamente. Luxemburgo tem o salário mais generoso de toda a Europa, o salário de um professor em inicio de carreira é de 49.902 dólares anual, equivalente a 83.436,14 reais ou 6.953 reais por mês, aproximadamente. Nos Estados Unidos o professor ganha US$ 44 mil por ano, o equivalente a U$$ 3.666, aproximadamente, por mês. O equivalente a 73.568 reais, mensalmente 6.129,55 reais. “Leia mais em: http://www.webartigos.com/articles/61838/1/O-problema-do-Brasil-e-a-visao-do-brasileiro-sobre-si-e-sobre-o-pais/pagina1.html#ixzz1YSRXQwgT


E DEPOIS FALAM QUE TEMOS QUE “TRABALHAR POR AMOR”









terça-feira, 13 de setembro de 2011

ACOMPANHE SEU DEPUTADO ESTADUAL !!!!

PARA A MAIORIA DAS PESSOAS ISSO PARECE INSIGNIFICANTE, MAS É COISA SÉRIA.
APESAR DA MAIORIA DO POVO NÃO LEMBRAR EM QUEM VOTOU PARA DEP. ESTADUAL
EM 2010, VALE A PENA VOCÊ CONSULTAR QUANTO GASTA CADA DEP. ESTADUAL DO CEARÁ.
O LINK ABAIXO É REFERENTE AO MÊS DE AGOSTO DE 2011.

http://www.al.ce.gov.br/portaldatransparencia/vdp6.php?ano=2011&mes=08

É INTERESSANTE QUE ALGUNS DEPUTADOS LICENCIADOS GASTARAM SUA V.D.P (VERBA
DE DESEMPENHO PARLAMENTAR).

FICAM LICENCIADOS PARA ATUAR NA ASSEMBLEIA, MAS PARA RECEBER A V.D.P NÃO EXISTE PROBLEMA NENHUM.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

A (IN)DEPENDÊNCIA DO BRASIL

A (in) dependência do Brasil
"Independência ou Morte" Pedro Américo 1888 




"Batalha de Friedland" Meissonier 1807 

Amanhã comemoramos cento e oitenta e nove anos de independência, mas será que realmente temos algo a comemorar? Temos constatado mudanças reais neste tempo? Segundo o dicionário Aurélio independência significa: sf. 1. Estado ou condição de quem ou de que é independente. 2. Liberdade ou autonomia para agir e decidir. 3. Caráter de quem rejeita qualquer situação. Então podemos entender como um país totalmente livre no caso o Brasil de sua metrópole Portugal. Conseqüentemente teríamos um povo soberano e livre para tomar suas escolhas e idéias. Entretanto a independência deixou um monarca Português nas terras brasileiras no caso D. Pedro I. Diferente dos EUA que com sua independência libertou-se da Inglaterra e passou a ser comandada por cidadãos norte-americanos. A história da independência Brasileira começa errada a partir do próprio fato que a criou.
            O quadro independência ou morte, feito em 1888, pelo pintor Pedro Américo, retrata a imagem que a burguesia da época queria apresentar. O estado forte, centralizado e representado pela figura que demonstrava este poder, no caso D. Pedro I. Analisando os fatos começamos pelo quadro de Pedro Américo produzido oitenta e seis anos após a independência. Então Pedro Américo nunca participou do momento da independência, simplesmente produziu o quadro segundo relatos, apesar de feito pesquisas e ter visitado o local do acontecimento. Outro fator importante esta na semelhança entre o quadro de Pedro Américo e Jean-Louis-Ernest Meissonier chamado de Batalha de Friedland de 1807 onde retrata a figura de Napoleão Bonaparte. Terceiro detalhe está nos trajes de D. Pedro I e seu garboso cavalo. Na pintura aparecem retratados com belas fardas e cavalos de alto porte, mas segundo o padre Belchior Pinheiro que presenciou o momento relata que o imperador estava com um simples traje e montava uma mula e encontrava-se com uma disenteria e com dores. Quarto fator encontra-se na presença de um caipira, observando o fato e sem entender, ele representa o povo que estava alheio ao momento. A casa do grito que esta representada na tela não existia e foi colocado na tela pelo simples fato de Pedro Américo ter visitado o local e visto a casa, mas segundo registros históricos o mais antigo imóvel no local data do ano de 1884. Os Soldados da Guarda de Honra representados na tela só foram criados em Dezembro de 1822. Foram inseridos na pintura para dar um caráter grandioso à obra.
Curioso é perceber como um fato deste tipo é tão distorcido pela história brasileira onde temos “heróis” criados pelo imaginário popular. Assim como a independência do Brasil criada para mostrar um Brasil que “deu certo” estamos em uma república “criada” pelas elites. Mostrando na televisão mudanças sociais e relativos progressos, enquanto a população pobre (maioria) tem pouca representatividade no cenário político brasileiro. É necessário rever nosso conceito em relação à “independência” como por exemplo temos a obrigatoriedade de votar. A constituição diz que somos livres, mas somos obrigados a votar. Contraditório não? Então pense, analise e faça as mudanças. Termino com uma frase de Bertold Brecht:
A mais belas de todas as coisas é quando os fracos e desencorajados deixam de crer na força de seus opressores”.